apoio profissional

3.2. COMO apoiar | apoio financeiro | apoio profissional | apoio material/logístico

Para além de angariações/doações e do apoio material e logístico, uma outra forma de ajuda às pessoas lesadas é através do apoio profissional. Ou seja, a valorização e apoio à divulgação pública do seu trabalho e projectos profissionais ou comerciais, potenciando e promovendo a sua procura e contratação. Assim, facilitando o auto-financiamento e recuperação das perdas materiais e financeiras que sofreram com o incêndio (em muitos casos, para além das viaturas e bens pessoais, perderam-se mercadorias, materiais/produtos, instrumentos e equipamentos de uso profissional).

Esta secção destina-se a esse tipo de divulgação/apoio a pessoas e grupos profissionais lesados, seja qual for a sua área de trabalho: projectos artísticos (músicos e grupos musicais, monitores e professores de dança, etc.), comerciais (ex: produtores ou fornecedores, feirantes, ‘tasqueiros’, artesãos, etc.), ou outros serviços/competências profissionais (ex: técnicos de som, dinamizadores de workshops, terapeutas, etc.).

Se foi afectado material e profissionalmente pelo incêndio de 3 de agosto e gostaria de ver o seu trabalho/projecto profissional promovido neste espaço e através da rede de contactos pessoais e institucionais desta AJUDADA, p.f. entre em contacto connosco: 968 732 868 (das 10h às 18h) | ajudada@andancas.net.

Listam-se de seguida algumas pessoas e grupos lesados (devidamente autorizados), seus projectos e contactos profissionais, bem como as respectivas perdas materiais sofridas, para que possam beneficiar da divulgação e apoio/contratação directos.

Esta secção e listagem irá sendo actualizada à medida que outros profissionais lesados autorizem ou nos vão solicitando a divulgação do seu trabalho/projectos.

Divulgue, apoie e contrate: Estará a ajudar!

 

artistas/grupos musicais

Se pertence ou está ligado a alguma instituição, colectividade, espaço, ou projecto cultural, poderá apoiar artistas e grupos lesados pelo incêndio contratando-os para as suas programações/eventos/espaço, ou sugerindo-os a terceiros; financiando-os directamente ou apoiando-os material/logisticamente; e divulgando o trabalho/projecto destes profissionais junto dos seus contactos. Listam-se de seguida (por ordem alfabética) alguns dos artistas e grupos musicais que confirmaram o seu interesse nesta divulgação e que poderá querer apoiar:

Bardos

Lisboa, Portugal

Bardos.jpg

apresentação/sinopse do projecto
Os Bardos na Europa antiga eram aqueles que transmitiam histórias, mitos e lendas, cantando histórias em poemas recitados. Eram simultaneamente músicos e poetas e, mais tarde, seriam designados de Trovadores.
Somos os Bardos, um grupo de Amigos que gostam de tocar o reportório das musicas tradicionais europeias para dança, procurando redescobri-lo com todos aqueles que quiserem partir connosco nesta viagem.
O projecto conta com a participação do Jorge Wong na guitarra, a Lara Loureiro na voz, o Joaquim Rodrigues na viola de arco, o José Viegas na precursão, a Joana Oliveira na concertina, a Beatriz Rola no violino e o Pedro Fontoura na flauta transversal.
E se não nos encontrarmos aqui, talvez nos encontremos no coreto de um jardim, na clareira de uma floresta, ou numa pérgula junto ao mar.

facebook: https://www.facebook.com/bardos.pt/

email: bardos.folk@gmail.com

tlm: 936 113 575

perdas materiais sofridas:
2 viaturas pessoais (pertencentes a elementos do grupo);
+ 1 GPS TomTom, 1 GPS Garmin, 1 Computador HP, 1 máquina fotográfica Sony, 1 pedaleira de efeitos, sistema de som sem fios, cabos de ligação p/ equipamento de música, equipamento de montanha, mochilas (Total ~4.350€).

 

Cindazunda

Coimbra, Portugal

Cindazunda-2.jpg

apresentação/sinopse do projecto
Com o baile folk enquanto elemento unificador, este quarteto diverte-se a tocar modinhas das mais variadas proveniências. Tanto em composições originais como em algumas versões, podemos ouvir jazz com pop rock, samba com gaitadas, bossa nova com música clássica ou heavy metal com música medieval.

nota biográfica
Os Cindazunda são um grupo de quatro moços. Com o Rafa na concertina, o Hugo nos sopros, o Fragoso no baixo e o Vila na bateria, as suas formações musicais estendem-se desde o clássico até ao jazz, resultando num folk “groovy” e descontraído com espaço para a improvisação, numa contribuição para a “reinvenção” da música tradicional europeia. Os palcos de Coimbra estão já habituados à sua presença desde 2013, mas foi em 2015 que se estrearam no Porto e em Lisboa, com feedback de entusiasmo e boa disposição onde quer que tenham sido recebidos, começando aos poucos a conquistar o panorama do folk nacional.

facebook: www.facebook.com/Cindazunda/

email: cindazundafolque@gmail.com

tlm: 920 259 194

links p/ videos e imagens:
https://youtu.be/5SsUF3DNMb0
https://youtu.be/o6U5SahUXTs
https://youtu.be/ZceRG0QrSn0, https://goo.gl/kSTcoq

perdas materiais sofridas:
2 viaturas pessoais (pertencentes a elementos do grupo);
+ 1 GPS TomTom (~100€);
+ roupa (~100€).

 

Cristiano Martins – Biodanza

Lisboa, Portugal

Cristiano Martins.jpg

apresentação/sinopse do projecto
A Biodanza é um sistema de desenvolvimento humano, integração afetiva, renovação orgânica e reaprendizagem das funções originárias de Vida, baseado em vivências induzidas pela dança, pela música, pelo canto e por situações de encontro em grupo.
Promove a integração entre os sentimentos, pensamentos e comportamentos e facilita a harmonização do ser humano em vários níveis:
a) Conexão consigo, expressando cada um a sua identidade.
b) Com o Outro, proporciona o encontro humano, com base na convivência e na aceitação das diferenças.
c) Com o Totalidade, conetando-nos com a Natureza, despertando o sentimento de sacralidade e respeito por toda a forma de vida.

nota biográfica
Cristiano do Couto Martins, semente lançada à Terra na fértil Primavera de 1979, na Alemanha. Tem as raízes estendidas e flores desabrochadas no Porto nos tempos seguintes. Facilitador Titulado de Biodanza pela Escola de Biodanza SRT do Porto, licenciado em Psicopedagogia Clínica e formado em Terapia Gestalt, frequentou diversos workshops de teatro e dança. Facilitou grupos de desenvolvimento de competências pessoais pela Análise Transaccional; grupos de Relaxamento; e grupos de Expressão Dramática. Atualmente facilita dois grupos regulares de Biodanza, e integra também o corpo docente no Instituto Superior de Psicologia Aplicada na pós-graduação “Terapia pelas Artes Expressivas e Desenvolvimento Humano”.

facebook: www.facebook.com/BiodanzaCristianoMartins/?ref=tn_tnmn

email: cristianocoutomartins@gmail.com

tlm: 918 309 895

links p/ videos e imagens: www.youtube.com/watch?v=oS34-t_yrqo

perdas materiais sofridas:
1 viatura pessoal;
+ 1 GPS (~150€) e 1 iPod da Apple (~300€).

NIB/IBAN: 0035 0837 0001 4326 9008 4

 

Martina Quiere Bailar

Madrid, Espanha

Logo Martina sepia.jpg
Martina quiere bailar (foto grupo).jpg

apresentação/sinopse do projecto
La actuación musical tiene una duración de 2 horas, en las que el grupo interpreta un repertorio de composición propia con influencias de la música folk ibérica, centroeuropea, balcánica o el jazz, siempre con la danza como elemento común de todas las piezas.
El espectáculo es ágil y divertido, y además de la calidad de la propuesta  musical, el grupo  ofrece una cuidada puesta en escena en la que se mezcla música y gags teatrales que acompañan cada interpretación, haciendo del espectáculo mucho más que un concierto de música. Además de la puesta en escena, la originalidad y belleza de las composiciones, hacen del show una propuesta apta para público de cualquier edad.
Durante la presentación y promoción de este espectáculo, hemos participado en varios festivales tanto en España, como en Portugal o Italia, entre los que destacan Folk Segovia, Folkarria o Andanças para, finalmente, grabar parte del show en Los Conciertos de Radio 3 de RTVE (www.rtve.es/radio/20160121/guarida-martina-quiere-bailar-radio-3/1288160.shtml).

website: www.martinaquierebailar.es

email: management@martinaquierebailar.es

tlm: (0034) 645 098 214 (Diego Sánchez)

links p/ videos e imagens:
http://martinaquierebailar.es/#download
www.youtube.com/watch?v=NepqFCkXyyg
http://ccaa.elpais.com/ccaa/2016/01/21/madrid/1453404122_732649.html
www.rtve.es/alacarta/videos/los-conciertos-de-radio-3/conciertos-radio-3-martina-quiere-bailar/3579639/ 

perdas materiais sofridas:
3 viaturas pessoais (pertencentes a elementos do grupo);
+ cerca de 200 € em dinheiro, roupa, CDs, GPS TomTom, e 3 suportes de guitarra;
+ 1 telemóvel, 1 tablet, 2 microfones, e 1 máquina fotográfica;
+ 1 iPod Touch 5.

 

Swing Station – American Vintage Dance

Lisboa, Portugal

swing station picture.jpg

apresentação/sinopse do projecto
Evoluindo a partir do Breakway, Lindy Hop é uma dança que invadiu os Estados Unidos nos loucos anos 20. Dançado normalmente ao som do Swing, uma música sincopada com infuências do Ragtime, é uma dança social a pares que mistura influências do Jazz, do Sapateado, do Charleston e de várias outras danças de época.

nota biográfica
A Swing Station é a primeira escola em Portugal de Danças Vintage Americanas, com sede em Lisboa e no Porto. Fundada pela americana Abeth Farag que dinamizou as primeiras aulas e encontros formando uma verdadeira comunidade de Lindy Hoppers portugueses. Abeth foi responsável pela organização dos primeiros eventos internacionais como “Atlantic Swing Festival”, que contou com a 5ª edição em Junho de 2015, e o “Atlantic Blues Weekend” no Porto, que estreou em Fevereiro de 2014. Além de promover o ensino da dança a Swing Station também produz eventos, participa em projetos de desenvolvimento cultural tendo motivado também a formação de bandas nesta área de música.

website: www.swingstation.pt

facebook: www.facebook.com/swingstation.pt/

email: producao@swingstation.pt

tlm: 911 903 402 (associação) 

links p/ videos e imagens:
www.youtube.com/user/swingstationpt
www.youtube.com/channel/UCHb9GyYWOD0qTLAuAhNZcyA 

perdas materiais sofridas:
1 viatura pessoal (de um dos elementos do grupo);
+ bens pessoais (sapatilhas, chaves de casa e comandos da garagem).

 

4 PEOPLE – Tributo Anos 80 (acoustic session)

Aveiro, Portugal

4People.jpg 
Muitos dizem que a década de 1980 foi a melhor.

apresentação/sinopse do projecto
Nós viajamos na máquina do tempo e interpretamos rock e baladas!
Melodias que encantam mesmo quem não viveu nos anos 80. 

Os 4 PEOPLE apresentam-se num Concerto Acústico, intimista e produtor de um variado leque de emoções, revivalistas de uma época de ouro na história da Música Internacional.

João Paulo Santos – voz e guitarras
Zétó Rodrigues – voz, baixo e harmónica
Rui Pereira – piano e teclados
Jorge Branco – bateria e percussões

logo Z-Produções.png
contacto: Zproduções 

facebook: www.facebook.com/pages/Z-produções/ 

email: zetorodrigues@gmail.com

tlm: 962 551 410 

perdas materiais sofridas:
danos avultados em viatura pessoal (de um dos elementos do grupo).

 

outros profissionais

Contamos incluir em breve nesta secção a divulgação do trabalho, iniciativas e projectos de outros profissionais (também lesados), em função do interesse e autorização dos próprios.